Concentração dos Media / Serviço Público

Manuel Coelho da Silva recordou numa sessão do Mestrado de Audiovisual e Multimédia, na Escola Superior de Comunicação Social, algumas questões interessantes sobre a área:

  • Não se pode apenas pensar na concentração entre empresas de media. É importante recordar também o que se passa ao nível das empresas que compram publicidade e pensar também na pressão que pode exercer uma marca quando, surgindo notícias menos boas sobre ela, resolve retirar toda s sua publicidade de um determinado meio ou grupo… A liberdade de expressão e a livre concorrência é também afectada por estes acontecimentos que, raramente, temos em conta…
  • Recordou ainda que a parcela do orçamento para os media públicos não é apenas para a RTP1 e RTP2 mas também para a RTP Internacional, RTP África e todas as rádios do grupo. E relembra que a RTP Internacional é um traço de união entre os portugueses espalhados pelo mundo e que requer a compra de satélites bem como pagamentos de direitos para que possa existir.

Achei bastante interessante pois são alguns pormenores do meio dos quais, muitas vezes, nos esquecemos.

Anúncios

Comente este artigo

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s