Do WebSummit ao ClickSummit

 

O WebSummit, em Dublin, é um conjunto conferências na área da web com temas tão variados como content marketing, social buying, social selling, domótica, crescimento e planeamento de negócios, e educação para empreendedores digitais. São várias salas com conferências a decorrer em simultâneo e ainda expositores de várias start-ups que lá se encontram para se apresentarem a possíveis investidores.

De salientar que uma start-up portuguesa ganhou este ano o WebSummit batendo as outras 199 start-ups que se apresentaram no evento.

O Frederico Carvalho esteve lá e foi deixando feedback ao longo dos dias.

Por cá, vai realizar-se o ClickSummit de 20 a 26 de Novembro, conferências online e gratuitas, em tempo real, focadas em três áreas do Marketing Digital: Tráfego, Engagement e Vendas. A inscrição é feita em ClickSummit.org e as vagas são limitadas.

Existiu já um hangout com sugestões de livros e ontem um hangout sobre métricas e conversão com Virginia Coutinho, Frederico Carvalho, André Novais de Paula e Leonardo Oliveira. São hangouts de aquecimento para o ClickSummit.

O programa do evento já está disponível no site.

Anúncios

O que capta a minha atenção #5

 

Consumo de notícias

As pessoas consomem notícias nas redes sociais, na maioria das vezes através da partilha de amigos e não de jornalistas e/ ou meios de comunicação, indica o estudo publicado recentemente pelo Pew Research Center. De salientar ainda que um utilizador que chegue a um site de notícias via redes sociais tem, em média, menor engagement com o site do que se chegasse directamente ao mesmo.

SocialMediaNews2

Twitter

O Twitter adicionou novas funcionalidades à sua plataforma, já é possível publicar até 4 fotos  com um tweet e identificar até 10 pessoas em cada foto, mantendo os mesmos 140 caracteres para a escrita.

O Hubspot juntou 11 coisas que se pode estar a fazer mal nesta rede social

LinkedIn

Show Case Page ExampleO LinkedIn anunciou que a 14 de Abril a tab de produtos e serviços vai desaparecer das páginas de empresas, sendo substituída pela opção de criação de páginas de Showcase. As empresas que quiserem manter as recomendações que têm devem fazer o download das mesmas.

O LinkedIn quer ainda ser mais do que uma plataforma de CV’s e networking, quer apostar em ser uma plataforma de conteúdos. Para isso, vai passar a ter “Content Marketing Score”, de forma a salientar os conteúdos mais relevantes, e também “Trending Topics”, estes últimos já bem conhecidos no Twitter e que o Facebook também vai adicionar à sua plataforma.

Dicas

O blog KISSmetrics salientou 30 recursos para ajudar com a Publicidade no Facebook.

O Canva deixou 5 dicas para Community Management e o Socialbakers sugeriu que cada página deve encontrar a Taxa de Engagement que mais faz sentido medir, ao mesmo tempo que indica que, quanto maior é a comunidade, menor tende a ser a Taxa de Engagement Média.

UpTo, uma segunda layer da sua agenda, disponível para IOS e AndroidMais

O office foi, finalmente, lançado para Ipad e alcançou o #1 da App Store. Disponível também para Iphone.

Deixo também uma app interessante que descobri através do Mashable, a UpTo, que adiciona uma segunda layer à nossa agenda com informações de eventos de áreas que nos interessem, sincroniza com a nossa agenda e está disponível para IOS e Android.

O Gmail vai completar 10 anos e o Mashable resolveu fazer uma retrospectiva do email da Google.

O Hr Buzz sugere ainda 5 livros para criar engagement com a sua equipa, clientes e/ ou consigo mesmo.

Marketing Digital: Ferramentas, tendências e leituras

 

marketeer
O Marketing Digital em geral e os Social Media em particular são um mundo. E quem quer trabalhar ou já trabalha neste mundo, sabe, com certeza, que é importante a estratégia e o planeamento, a implementação e também a medição de resultados.

Ferramentas

Para trabalhar a área do Marketing Digital, o blog bufferapp.com sugere 29 ferramentas gratuitas de Marketing Online que vão desde a pesquisa de tendências à monitorização. O Socialmedia.biz acrescenta ainda algumas ferramentas de monitorização de Twitter e outras plataformas de Social Media e o blog do Cappra apresenta também as suas sugestões.

A importância da imagem

Por outro lado, percebe-se a ascensão da importância da imagem com o Instagram a crescer 23% no último ano, sendo a plataforma que deu o maior salto em 2013. O instagram-business.tumblr sugere algumas dicas para o Instagram e o Business2Community  complementa com ferramentas para esta plataforma de imagem.

As infografias são também cada vez mais apetecíveis pois são formas interessantes, criativas e rápidas de percepcionar uma grande quantidade de informação – o creativebloq.com indica 10 ferramentas para criação de infografias. Para além disso, é importante ter bases de imagens onde poderemos ir buscar as que necessitamos, o freelancewritinggigs.com sugere alguns sites onde é possível ter acesso a algumas imagens gratuitas para blogues e sites.

Gamification

De salientar também o potencial da Gamification, presente por exemplo no LinkedIn (na indicação da % de perfil preenchido) ou no Nike + em que é possível ver os trajectos percorridos e os kms ultrapassados, comparando-os com outros dias em que corremos, com os kms percorridos por amigos ou até perceber em que lugar estamos no ranking da plataforma. Outras aplicações que também utilizam gamification são o tapmyback.com para reconhecer o trabalho e o esforço tanto da sua equipa como de um colega ou o Kwitter para deixar de fumar de forma divertida.
Deixo aqui o Toolkit Gamification Mechanics de Victor Manrique e recordo que a Coursera oferece um MOOC (Massive Open Online Course) de Gamification com Kevin Werbach, da Universidade da Pensilvânia.

E-commerce

Em termos de ferramentas de Marketing Digital, é importante também não esquecer o E-commerce uma vez que esta plataforma de loja online já é bastante significativa para várias marcas, sendo também o único local de venda para marcas que não têm um espaço físico.

Leituras

Por último, deixo algumas sugestões de livros sobre Social Media do Social Media Examiner e mais algumas leituras sugeridas pelo Small Bizz Trends.