Novas alterações no Facebook

 

Estrutura dos anúncios e publicidade para mobile

O Facebook anunciou uma nova estrutura de campanhas com o Bidding, Targeting e Placement a passarem para o nível de Ad set, ficando apenas a criatividade ao nível do anúncio. A nova estrutura será lançada a partir de Setembro e ficará assim:

  • Campaign: Objective
  • Ad Set: Schedule, Budget, Bidding, Targeting and Placement
  • Ad: Creative

Alterações na estrutura de anúncios no Facebook

A rede social de Marck Zuckerberg anunciou também uma ferramenta que permite segmentar os anúncios com base na força do sinal de rede do dispositivo, ou seja, será possível limitar anúncios com grande carga de dados, como vídeos, para os utilizadores da rede social que tenham ligação forte à rede, como o 4G e disponibilizar anúncios mais leves para quem possua ligações mais fracas. A ferramenta estará acessível na área “Criação de Anúncios”, no “Power Editor” e na API.

Newsfeed: Links e combate ao click baiting

Exemplos de links em postsO Facebook vai actualizar o newsfeed e dar prioridade a links directos (com pre-visualização) em vez de links por escrito ou acompanhados de uma imagem. A rede social percebeu que os primeiros eram clicados mais vezes e, por isso, passa a dar-lhes mais prioridade no alcance orgânico.

click baiting é composto por cliques em posts no newsfeed que não transmitem informação completa e que levam ao clique para saber do que se trata, muitas vezes nem correspondendo ao texto do post. Este tipo de posts vão passar a ter menos importância.

O Facebook vai analisar o tempo de leitura na página de cada link destes posts e vai dar prioridade àqueles em que a pessoa estiver algum tempo (o que significa que o conteúdo é relevante) em detrimento daqueles em que a pessoa clica e volta logo ao Facebook (provavelmente porque o conteúdo não era relevante ou não estava ligado ao que anunciava). Esta funcionalidade é um bocadinho como funciona o próprio Google, dando mais relevância a sites que são mais visitados e nos quais nos demoramos mais cada vez que pesquisamos e entramos num deles.

Exemplo de post de click baiting

Exemplo de post de click baiting


Relativamente ao click baiting o facebook vai também ter em conta a relação de cliques em links com a interacção nos posts
, por exemplo, se um link é clicado várias vezes mas não tem “gostos”, “comentários” e/ou “partilhas” poderá significar que não é assim tão relevante e passa a ter menos prioridade no algoritmo do neswfedd.

Anúncios

O que capta a minha atenção #5

 

Consumo de notícias

As pessoas consomem notícias nas redes sociais, na maioria das vezes através da partilha de amigos e não de jornalistas e/ ou meios de comunicação, indica o estudo publicado recentemente pelo Pew Research Center. De salientar ainda que um utilizador que chegue a um site de notícias via redes sociais tem, em média, menor engagement com o site do que se chegasse directamente ao mesmo.

SocialMediaNews2

Twitter

O Twitter adicionou novas funcionalidades à sua plataforma, já é possível publicar até 4 fotos  com um tweet e identificar até 10 pessoas em cada foto, mantendo os mesmos 140 caracteres para a escrita.

O Hubspot juntou 11 coisas que se pode estar a fazer mal nesta rede social

LinkedIn

Show Case Page ExampleO LinkedIn anunciou que a 14 de Abril a tab de produtos e serviços vai desaparecer das páginas de empresas, sendo substituída pela opção de criação de páginas de Showcase. As empresas que quiserem manter as recomendações que têm devem fazer o download das mesmas.

O LinkedIn quer ainda ser mais do que uma plataforma de CV’s e networking, quer apostar em ser uma plataforma de conteúdos. Para isso, vai passar a ter “Content Marketing Score”, de forma a salientar os conteúdos mais relevantes, e também “Trending Topics”, estes últimos já bem conhecidos no Twitter e que o Facebook também vai adicionar à sua plataforma.

Dicas

O blog KISSmetrics salientou 30 recursos para ajudar com a Publicidade no Facebook.

O Canva deixou 5 dicas para Community Management e o Socialbakers sugeriu que cada página deve encontrar a Taxa de Engagement que mais faz sentido medir, ao mesmo tempo que indica que, quanto maior é a comunidade, menor tende a ser a Taxa de Engagement Média.

UpTo, uma segunda layer da sua agenda, disponível para IOS e AndroidMais

O office foi, finalmente, lançado para Ipad e alcançou o #1 da App Store. Disponível também para Iphone.

Deixo também uma app interessante que descobri através do Mashable, a UpTo, que adiciona uma segunda layer à nossa agenda com informações de eventos de áreas que nos interessem, sincroniza com a nossa agenda e está disponível para IOS e Android.

O Gmail vai completar 10 anos e o Mashable resolveu fazer uma retrospectiva do email da Google.

O Hr Buzz sugere ainda 5 livros para criar engagement com a sua equipa, clientes e/ ou consigo mesmo.

Facebook – Aquisições e algumas mudanças

Facebook chega ao Windos Phone e prepara-se para adquirir a Titan aerospaces

No Mobile World Congress em Barcelona, Marck Zuckerberg, criador e CEO do Facebook, realçou a sua aposta no projeto internet.org que consiste em levar a internet aos 2/3 da população que ainda não dispõem desta tecnologia.

Drones da Titan Aerospaces, empresa que vai ser adquirida pelo Facebook

Numa altura em que o Facebook messanger chega ao Windows Phone e depois da compra da aplicação WhatsApp, surgem agora notícias de que o Facebook irá adquirir a empresa Titan Aerospaces.

No seguimento do projeto internet.org mencionado acima, o objetivo desta nova aquisição será construir 11.000 drones para levar a internet a locais mais isolados. Estes drones podem voar a uma altitude acima dos 65.000 pés (cerca de 20 km) e têm uma avançada tecnologia solar que lhes permite manterem-se no ar cerca de 5 anos, dando-lhes a possibilidade de serem uma espécie de satélite de baixo custo e de garantir o acesso à internet nas zonas em que se encontram.

A Titan Aerospaces é uma empresa recente e os accionistas duvidavam se conseguiria vir a cumprir os drones que está a projetar.

Nova estrutura de anúncios

Facebook Ad levels

A estrutura de anúncios no Facebook mudou dia 4 de Março, passando agora a ter 3 níveis: 1º Campanha – 2º Ad Set – 3º Ad, o que permitirá uma melhor organização dos anúncios e um relatório de campanhas menos complicado. Por exemplo, podemos fazer uma campanha para levar visitas ao site – esta campanha, no novo formato, ficará: 1º Visitas ao site, 2º segmento para a campanha (podem ser vários e ter diferentes horários e budgets), 3º anúncios.

As campanhas actuais não serão afectadas, passarão apenas a ter um ad level com nome, por exemplo, Ad level 1.

Botões de call-to-action

Power Editor - Anúncios com botões call-to-action

O Facebook lançou ainda recentemente os botões call-to-action disponíveis apenas no Power Editor tanto para anúncios como para posts.

O Inside Facebook testou um dos novos botões de call-to-action disponíveis na publicidade do Facebook e não notou alterações significativas em relação a anúncios sem botões de call-to-action. Na verdade, os resultados por conversão nesta página foram bastante semelhantes aos que não tinham este tipo de botões.

Yahoo vai retirar login através do Facebook ou Google

A Yahoo vai acabar com a opção de entrar com a conta de Facebook ou Google nos seus serviços. A empresa vai passar, gradualmente, a pedir um username Yahoo.